skip to Main Content
Como Vender No Marketplace

Como vender no Marketplace? Dicas para escalar vendas e lucrar mais

Você quer impulsionar suas vendas online e atrair mais consumidores para sua loja virtual? Aprender como vender no marketplace é uma ótima estratégia para aumentar sua presença na internet e se destacar.

Práticas como esta são importantes para conquistar seu espaço em um ambiente disputado.

Afinal, estamos falando de um mercado que já conta com 1,6 milhões de lojas virtuais, segundo a 7ª edição do estudo “Perfil do E-commerce Brasileiro”, feito pelas empresas PayPal Brasil e BigDataCorp.

Basta observar os maiores marketplaces do Brasil para perceber que grandes marcas já possuem lojas oficiais dentro dessas plataformas. No Mercado Livre, por exemplo, você encontra empresas como Nike, Electrolux, Dell, O Boticário e muitas outras.

Então, se você também quer aproveitar essa estratégia, leia este conteúdo até o final, pois trouxemos as melhores dicas para você escalar suas vendas ao anunciar em marketplaces. Vamos lá?

O que é marketplace?

Marketplace é uma plataforma online colaborativa onde múltiplas lojas e marcas podem anunciar seus produtos. Funciona, basicamente, como se fosse um shopping virtual. 

Nesse ambiente, os vendedores podem anunciar suas mercadorias para uma grande quantidade de usuários. Já os compradores podem buscar pelos melhores produtos e preço em um único lugar.

Vantagens de vender em marketplace

Mas será que vale a pena vender nos maiores marketplaces do Brasil? Essa é uma dúvida muito comum entre os empreendedores que ainda não anunciam nesses shoppings virtuais. 

Para te ajudar na tomada de decisão, nós listamos as principais vantagens de aprender como vender no marketplace. Confira a seguir:

Visibilidade

A visibilidade é o principal benefício de anunciar em um marketplace. Essas plataformas recebem uma enorme quantidade de visitas diariamente, portanto você terá muitas oportunidades de venda.

O Mercado Livre, por exemplo, é acessado por milhões de usuários todos os dias e recebe mais de 6 mil buscas de produtos por segundo. 

vantagens de vender no marketplace

Credibilidade

Produtos anunciados em vitrines de marketplaces geram maior confiança no comprador, mesmo que a sua loja ainda seja nova no mercado. 

Isso acontece porque o usuário entende que os produtos anunciados por lá são de qualidade e vendidos por empresas de confiança. Além disso, sabe que em caso de qualquer infortúnio, estará assegurado pelo marketplace.

Uma vez que você conquista a confiança do consumidor, ganha credibilidade no mercado e pode até levá-lo a comprar diretamente em seu site.

Praticidade

Ao aprender como vender no marketplace, você identificará outra vantagem: é um processo fácil e prático. Em poucos passos, você consegue anunciar seus produtos e já pode vender, sem precisar criar uma estrutura de e-commerce.

Quais são os maiores marketplaces no Brasil?

Quem quer descobrir como vender no marketplace, precisa saber quais são as maiores plataformas do Brasil. Assim, você anuncia em ambientes seguros, com grande quantidade de visitantes e, consequentemente, maiores oportunidades de vendas. 

Confira a lista dos grandes players do mercado:

  • Mercado Livre (Meli): é o maior marketplace do Brasil e da América Latina e já conta com mais de 52 milhões de compradores; 
  • B2W: reúne as empresas Shoptime, Americanas e Submarino. Juntos somam 49 milhões de clientes; 
  • Magazine Luiza: um dos sites mais acessados do país, atrás apenas do Meli e da Americanas;
  • Via Marketplace: composta por Casas Bahia, Extra e Pontofrio, sites com grande quantidade de visitas e de pedidos mensais.
  • Shopee: plataforma da Ásia que tem crescido cada vez mais no território brasileiro.

Como vender no marketplace: guia completo

Ainda que esses canais de venda proporcionem uma boa visibilidade para a sua loja virtual, você precisa traçar estratégias eficazes para ter bons resultados. Por isso, confira as melhores dicas de como vender no marketplace: 

1. Escolha o melhor canal

Como vimos, existem diferentes marketplaces no mercado. Portanto, analise e compare as opções para encontrar a melhor alternativa para o seu negócio. Alguns critérios que podem ser analisados são:

  • tarifas e comissões;
  • regulamento da plataforma;
  • quantidade de usuários cadastrados;
  • tráfego do site (quantidade de visitas que o site recebe);
  • disponibilidade de serviços adicionais, como o Mercado Livre que conta com o Mercado Envios, que são soluções logísticas ao vendedor;
  • nicho de mercado, por exemplo, há plataformas específicas para o setor têxtil, enquanto outras se destacam com produtos de menor valor.

2. Cadastre-se na plataforma

Fez sua escolha? Então, chegou a hora de se cadastrar na plataforma desejada. A criação da conta é gratuita. No entanto, fique atento, alguns sites permitem cadastro apenas com CNPJ e ainda exigem uma série de documentos, como:

  • Contrato Social atualizado;
  • Declaração de regime de tributação;
  • Comprovante de Inscrição Estadual;
  • Certidões Negativas de Débitos Tributários, Trabalhistas, Débitos Previdenciários;
  • entre outros.

3. Capriche nos seus anúncios

Esta é uma das etapas mais importantes ao anunciar seus produtos online! Não tem como vender no marketplace se você não caprichar nos seus anúncios. Portanto, siga essas dicas para atrair a atenção do consumidor:

  • título do anúncio: pense em como o consumidor buscaria pelo produto na internet e informe alguns detalhes do item, como modelo, marca e cor; 
  • fotos de produto: inclua várias imagens de alta qualidade, pois o consumidor não poderá ver os produtos presencialmente; 
  • categorização: é comum que o consumidor navegue pelas categorias do site para encontrar ou filtrar produtos, por isso, certifique-se de categorizar cada item corretamente; 
  • descrição do produto: aproveite esse espaço para apresentar as principais características, as vantagens e os diferenciais do item; 
  • especificações técnicas: complete todas informações solicitadas no anúncio, inclusive ficha técnica, como dimensões, voltagem, material, validade, tamanhos, etc.

Para te ajudar a entender como vender no marketplace por meio de bons anúncios, separamos um exemplo de um produto da Nike no Mercado Livre:

exemplo de anúncio da loja oficial da nike no mercado livre

4. Tenha preços competitivos

A concorrência no marketplace é acirrada. Por isso, não tem como colocar preços elevados e esperar boas vendas. Caso faça isso, certamente os usuários irão preferir comprar do concorrente.

Portanto, antes de precificar suas mercadorias, pesquise os valores praticados no seu segmento para oferecer preços competitivos.

Já para conseguir oferecer o melhor preço ao cliente, a dica é conseguir bons fornecedores que proporcionem o melhor custo-benefício em questão de qualidade, custos e prazos.

5. Invista na sua reputação

Outro assunto obrigatório quando falamos sobre como vender no marketplace é a reputação dentro da plataforma. 

Os sites que funcionam como um shopping virtual costumam classificar os vendedores de acordo com o seu desempenho.

Quem tem uma boa reputação consegue se destacar da concorrência e atrair a atenção de mais consumidores. Além disso, a classificação do lojista também é decisiva para o comprador, que costuma checá-la antes de decidir finalizar uma compra.

Para decolar, você deve se dedicar às vendas e aos seus clientes ao oferecer uma boa experiência de compra. Para isso:

  • responda os clientes com agilidade;
  • despache seus produtos rapidamente;
  • garanta um bom atendimento ao cliente;
  • embale suas encomendas corretamente antes de enviá-las;
  • proporcione uma entrega segura e dentro do prazo estipulado.

6. Crie promoções

As promoções são poderosas estratégias para quem quer saber como vender no marketplace e ter sucesso. Por meio delas, você consegue atrair a atenção dos usuários e impulsionar suas vendas. 

Então, pense em promoções periódicas para movimentar as vendas, como descontos nos produtos, kits promocionais, vendas cruzadas, frete grátis, entre outros.

Só tenha cuidado para não diminuir muito o preço das suas mercadorias e acabar saindo no prejuízo. Um bom planejamento é essencial para não prejudicar seu negócio!

7. Organize as questões logísticas

Por fim, aprender como vender no marketplace também envolve a organização das suas estratégicas logísticas, isto é, como os seus produtos chegarão até o consumidor.

Dentro de um marketplace, a separação, preparo e envio do produto é responsabilidade do vendedor. 

Até existem alguns serviços adicionais em que o marketplace se responsabiliza pela preparação e envio dos pacotes, como é o caso do Mercado Envios Full. No entanto, na grande maioria das plataformas, esse é um dever do lojista.

Para vendas online, as principais formas de entrega são os Correios e as transportadoras. Já para ter acesso a essas duas modalidades de envio e ainda garantir fretes mais baratos, você pode usar a Kangu.  

Em nossa plataforma, você consegue simular e comparar preços de frete com diversas transportadoras simultaneamente para encontrar a melhor opção.

Como temos parcerias com as melhores empresas logísticas do Brasil, garantimos preços e prazos exclusivos.

Vale lembrar que para se destacar da concorrência no ambiente digital, é crucial oferecer fretes competitivos.

💡Aprenda também: Como vender no Mercado Livre com dicas práticas

O que precisa para vender no marketplace?

o que precisa para vender no marketplace

As exigências para vender em um marketplace dependem da plataforma escolhida. Algumas empresas, como é o caso do Meli, permitem que você se cadastre com o seu CPF. 

Nestes casos, para iniciar as suas vendas, você precisará apenas ter produtos em estoque e criar anúncios dentro da plataforma.

Porém, existem sites que exigem o cadastro por meio de CNPJ. Logo, será necessário já ter ou abrir sua própria empresa para vender. 

Como vimos, também podem ser solicitados outros documentos de pessoa jurídica, como contrato social e comprovante de inscrição estadual.

A boa notícia é que você pode ser Empreendedor Individual (MEI), distribuidor, fabricante, dono de loja física, enfim, qualquer negócio vale. Além disso, você não precisa ter um e-commerce para começar a vender em marketplace.

O que mais vende no marketplace?

Escolher os produtos mais vendidos para anunciar em marketplace é um bom caminho para ter sucesso nas vendas

A seguir, confira a lista dos itens que são sucesso de vendas online nessas plataformas segundo o estudo Vender em Marketplaces: Diagnóstico e Tendências, realizado pela Olist:

  • bebidas;
  • roupas e sapatos;
  • objetos decorativos;
  • brinquedos e acessórios para bebês;
  • cosméticos e produtos de perfumaria;
  • eletrônicos, como celulares, TVs e notebook;
  • acessórios fashion, como óculos, bolsas, relógios e brincos;
  • itens de informática, como fones de ouvido, mouses e teclados;
  • partes automotivas, como alarmes, sensores de estacionamento e rastreador veicular.

Já as principais categorias de vendas em marketplaces são:

  1. Casa e Decoração (14,7%)
  2. Acessórios Automotivos (7,4%)
  3. Eletrônicos (7,1%)
  4. Roupas (6,7%)
  5. Esporte e Lazer (6,7%)
  6. Cosméticos e Perfumaria | Saúde (4,8%)
  7. Informática (4,3%)
  8. Construção e Ferramentas (4%)
  9. Bolsas e Mochilas (3,6%)
  10. Brinquedos e Games (3,6%)

Quanto custa para vender no marketplace?

quanto custa vender no marketplace

Você já deve saber que os marketplaces cobram taxas e comissões dos vendedores. No entanto, diferentemente do que muitos imaginam, é um valor acessível.

Anunciar é grátis e o vendedor paga apenas um percentual do preço do produto. Esses valores variam de acordo com:

  • plataforma utilizada (cada empresa possui suas próprias taxas e comissões);
  • modalidade do anúncio (se terá maior ou menor exposição no site);
  • e até mesmo categoria de produto comercializado.

No Mercado Livre, por exemplo, as taxas variam entre 11% e 14% para os anúncios clássicos e 16% e 19% para os anúncios premium (com maior visibilidade).

Vale comparar os preços praticados pelas empresas e ver qual a solução mais vantajosa para você.

Além disso, o grande truque para aprender como vender no marketplace e garantir sua lucratividade é considerar esses custos na hora de definir o preço dos seus produtos

Conclusão

Após a leitura deste guia, você já sabe como vender no marketplace e está pronto para iniciar suas vendas em um shopping virtual. 

Não há dúvidas de que anunciar nesses canais trarão retornos positivos para a sua empresa, já que proporcionam uma boa visibilidade para a sua marca e impulsionam as vendas.

Só não se esqueça de que os marketplaces cobram taxas por cada venda concretizada. Então, seus produtos devem ser precificados corretamente para você não ficar no prejuízo.

Lembre-se também que a competitividade nesse ambiente é alta. Por essa razão, capriche nos seus anúncios e garanta fretes competitivos.

Com a Kangu, você envia seus produtos de forma econômica, sustentável e prática. Compare preços simultaneamente com nossa calculadora de frete e poste em um dos 2.800 pontos Kangu espalhados pelo país, sem precisar enfrentar filas.

Todos nossos envios são segurados e você e o seu cliente podem rastrear a encomenda em tempo real!

Que tal testar a Kangu agora mesmo? Clique na imagem abaixo e entenda porque somos a melhor solução logística para vendedores de e-commerces e marketplaces:

Faça os envios de sua loja virtual com a Kangu

Back To Top