skip to Main Content

Estratégias de vendas online: 9 dicas para vender mais!

A pandemia global de 2020 mostrou como as estratégias de vendas online foram essenciais para que várias empresas conseguissem sobreviver ao período de lockdown intenso.

Ao mesmo tempo, evidenciou que os pequenos empreendedores podem muito bem se beneficiar disso e ter sucesso com e-commerce, desde que entendam como funciona o mercado digital, que tem ficado cada vez mais competitivo.

Mas mesmo nesse cenário de competição intensa, tem algumas táticas que, se bem aplicadas, poderão te ajudar a alavancar as suas vendas e construir uma carteira de clientes fiéis.

Então, vem com a gente acompanhar tudo sobre as principais e mais eficientes estratégias de vendas online e principalmente como implementá-las no seu negócio, independente do tamanho que você esteja no momento. 

Boa leitura!

O que são vendas online?

Bom, se você empreende há algum tempo está calejado de saber o que é vender. Na verdade, quem já comprou algo na vida sabe como uma venda funciona, e nessa história, o “online” chegou para ser mais uma forma de vender.

Só que não foi só isso, o digital veio como uma revolução, e hoje as estratégias de vendas online são indispensáveis para qualquer negócio, mesmo os que possuem lojas físicas.

Na teoria, as vendas online funcionam como um comércio eletrônico de produtos e até de serviços. Ou seja, o cliente solicita uma mercadoria e faz todo o processo de pagamento e recebimento por meios totalmente digitais.

Claro que existe uma área cinzenta, onde o comprador pode efetuar uma compra online e ir retirar presencialmente para economizar com o frete.

Nesse caso, inclusive, temos uma solução melhor que você vai poder oferecer ao seus clientes, então fique até o final.

o que são vendas online

Como trabalhar fazendo vendas online?

Se essa pergunta fosse feita há poucos anos, muito provavelmente a única resposta seria por meio de um website com uma loja virtual.

Convenhamos que um e-commerce não era lá das coisas mais baratas para se ter, principalmente se você fosse um empreendedor iniciante e sem muito capital para investir.

Só que hoje em dia as opções aumentaram e muito, pois as redes sociais já conseguem oferecer formas de você vender online.

Inclusive o próprio aplicativo de mensagens instantâneas, nosso popular WhatsApp, já possui uma ferramenta para efetuar vendas direto nele com opção de pagamento inclusa.

Isso sem falar dos marketplaces, onde seu pequeno negócio pode se beneficiar da estrutura de um grande site de varejo a sua escolha, mas falaremos melhor sobre isso num próximo tópico.

O mundo ideal é você ter uma loja online a qual possa controlar todos os aspectos. No entanto, você deve escolher a solução que melhor se encaixa na sua realidade financeira de momento.

Vantagens da venda virtual

Mesmo que você já tenha um negócio físico que está indo bem, é importante você saber que agregar vendas online vai dar um boom no seu caixa, pois a abrangência de público fica muito maior.

Imagine que hoje, o público potencial da sua loja são amigos, conhecidos, pessoas do bairro ou no máximo da sua cidade e região, mas quando mudamos para venda online, seu público-alvo passa a ser o Brasil todo, quiçá, o mundo todo.

Mas as vantagens não param por aí, com a venda online você poderá ter muito mais benefícios. Confira:

Economia

Primeiro que você dispensa o espaço físico, ou ao menos um espaço grande, e em alguns casos nem estoque será necessário, como para quem utiliza estratégia de dropshipping.

Além disso, você economiza tempo, pois com um bom sistema de e-commerce, sua loja pode vender “sozinha” 24 horas por dia e 7 dias por semana.

Segurança

Vamos combinar que ter uma loja física hoje em dia te deixa sujeito a vários imprevistos e, infelizmente, a falta de segurança é um deles.

Tanto assaltos durante expediente, quanto furtos após o horário de funcionamento podem acontecer e, mesmo com um seguro, o transtorno que isso causa é irreversível.

Com uma loja online, você não corre esse risco, pois nem saberão onde seus produtos vão estar, até porque, podem estar em qualquer lugar.

Infraestrutura

Sem um espaço físico, você vai precisar de muito menos infraestrutura para que sua loja funcione.

Na real, somente um computador ou até um celular, desde que tenha acesso a internet, óbvio, é o suficiente para você manter seu negócio ativo no mundo online.

Isso, associado a outras ferramentas que iremos falar, é a chave para uma loja online  de sucesso.

vantagens de vender online

Alt text: vantagens de vender online

Integração de ferramentas

As ferramentas para pagamento online vão ser fundamentais para suas estratégias de vendas online, mas não são as únicas. Afinal, a logística também será o seu grande aliado nessa empreitada.

Outras plataformas de e-commerce também podem potencializar o seu negócio, só que isso pode ser planejado nos próximos estágios da empresa.

Antes, aprenda no nosso passo a passo sobre como elaborar uma boa estratégia de vendas na internet.

Como vender online? Conheça as melhores estratégias de vendas online  

Vender produtos online não é necessariamente algo tão difícil, principalmente se você já tem uma base de clientes e ainda mais hoje em dia que existem opções de pagamento via PIX, o que torna mais simples fazer uma transação comercial digital.

A questão aqui é que ao entrar num mercado maior em busca de alavancar o seu faturamento, você vai precisar de boas estratégias de vendas online para se destacar, pois a concorrência será muito maior.

No entanto, os clientes em potencial também serão muito mais volumosos, por isso que no fim das contas vale tanto a pena vender no mercado digital, ainda mais seguindo nossas dicas práticas.

  1. Criação de buyer persona

Buyer persona seriam as características em comum do seu cliente em potencial agrupadas em uma única pessoa, ou no caso, persona.

Então, para ficar bem claro, vamos imaginar uma loja de roupas de gala em que o cliente ideal seria uma mulher, bem-sucedida profissionalmente, nos seus 40 anos, que se chama Solange e que vai passar a frequentar eventos da alta sociedade e quer arrasar no look.

Esse é um exemplo simplificado de persona, mas em geral são essas características que são levadas em conta.

Tendo isso em mente, você direciona a divulgação para pessoas semelhantes a Solange, e quando falamos de Brasil, são literalmente milhões de pessoas que podem se identificar com essa descrição.

  2. Upselling e Cross-Selling

Essas estratégias são para que você possa elevar o ticket médio, ou seja, fazer com que um único cliente consuma da sua loja um valor maior do que o usual.

Ainda no exemplo das roupas, se sua cliente gostou muito de um vestido vermelho decotado que custa 500 reais, você pode propor um outro modelo, com o mesmo decote que ela amou, mas com detalhes em pedrarias que deixam o visual mais bonito, só que esse custa 700 reais.

Isso é um exemplo de upselling simples e que funciona, então basicamente você aumentou o faturamento sem aumentar o número de clientes.

Já o cross-selling é a venda cruzada onde você agrega mais produtos ou serviços que tenham contexto com a compra e assim aumenta o faturamento. 

Portanto, se a Solange vai levar o vestido, por quê não levar um sapato que combina perfeitamente com a peça?

Nas vendas online isso é feito mostrando os produtos semelhantes na hora que o cliente vai fechar a compra e também sugerindo combinações relevantes. 

Oferecer um descontinho para incentivar a compra tende a potencializar essa tática.

upselling como estratégias de vendas online

  3. E-mail marketing

Tem gente que acha que o e-mail morreu, mas é muito pelo contrário, na verdade só é preciso saber utilizá-lo.

E-mail marketing é uma ótima maneira de divulgar as novidades da sua loja no mundo online, como promoções, conteúdos informativos do blog e até fazer pesquisa de satisfação.

A questão aqui é que você precisa ter uma lista de clientes cadastrados no e-mail marketing que estejam engajados com sua empresa, senão, ele realmente pode nem abrir o que você manda.

Portanto, seja relevante ao usar essa tática de e-mail marketing e dê ao seu cliente um bom motivo para abrir seus e-mails.

  4. SEO

Um bom SEO (otimização para motores de busca) significa que seu site vai aparecer no Google.

Funciona da seguinte forma: sua cliente em potencial, a Solange, pesquisa no Google “vestido vermelho com decote em V”.

Isso significa que ela já sabe o que quer, então, vai clicar nos primeiros resultados que mostrar um produto que atenda aos critérios dela.

Sendo assim, se o vestido da sua longe aparecer nos primeiros resultados, as chances da Solange clicar e comprar são enormes, e para aparecer ali, você precisa de uma boa estratégia de SEO.

A recomendação é buscar profissionais que façam esse serviço para que realmente seja assertivo.

  5. Usabilidade e design

Lembre-se que o mundo online precisa ser coerente com o mundo real, ou seja, na sua loja física você não deixa tudo bagunçado, parede mal pintada ou vitrine abarrotada não é mesmo? Então no online tem que ser a mesma coisa.

Tecnicamente no meio digital chamamos essa organização de usabilidade e a parte bonita é o design, e são duas coisas importantíssimas para levar seu cliente a compra.

Na parte de usabilidade, a sua loja online, independente de onde seja, precisa ter os produtos à mostra de uma forma que o cliente consiga achar o que ele quer facilmente, em poucos cliques.

E o design, serve para que visualmente o consumidor se sinta atraído pelo que está vendo, principalmente no primeiro acesso, afinal, é batido mas a primeira impressão é realmente a que fica, então invista nesses quesitos se quiser se destacar.

  6. Marketplace

Marketplaces são espaços que grandes plataformas e lojas de e-commerce oferecem para que pequenos varejistas possam utilizar seus sites para vender os seus produtos, e ficam com uma porcentagem.

Hoje em dia há várias opções, que nem dá para listar todas aqui, então fica o destaque para o Mercado Livre, Magalu e Americanas, que sem dúvidas são grandes plataformas de marketplaces operando aqui no Brasil.

A vantagem é que markaetplaces oferecem toda a estrutura para você vender seus produtos no ambiente digital e recebem uma enorme quantidade de visitantes qualificados por dia. 

Só para você ter uma ideia do potencial da ferramenta para incorporar em suas estratégias de vendas online, no Mercado Livre, a cada 9 segundos, uma venda é fechada. 

No entanto, essas empresas ficam com parte dos lucros, então é preciso considerar esses custos na hora de determinar os preços dos seus produtos.

  7. Análise de banco de dados

Parece técnico, mas basicamente é você analisar os resultados das suas estratégias de  vendas online e também dos acessos para poder fazer melhorias na sua loja virtual.

Por exemplo, se você notar que muitos clientes chegam a colocar produtos no carrinho mas acabam não finalizando a compra, pode ser um sinal que o frete está tão alto que não vale a pena para ele levar o produto.

Para esse problema temos uma solução logo mais a frente.

  8. Ofertas por região

Por mais que a internet permita que você venda para todo Brasil, ainda assim é possível colocar oferta para determinadas regiões.

Um exemplo clássico dessa tática é oferecer frete grátis para regiões que estejam próximas ao local da sua empresa, pois nesse caso o envio é bem mais em conta.

  9. Frete grátis

Como dissemos nos itens anteriores, o frete pode ser um fator decisivo para compra de um produto na internet. Por isso, oferecer frete grátis é uma das mais poderosas estratégias de vendas online!

Claro que nem sempre é viável, pois uma empresa que está em Porto Alegre, dificilmente conseguirá um frete grátis para Manaus, no entanto, já há ferramentas digitais que facilitam a sua vida nesse ponto.

frete grátis para estratégias de vendas online

Como utilizar as ferramentas digitais a favor das estratégias de vendas online

Você pode montar a sua loja online totalmente do zero se quiser, mas nos dias de hoje, isso seria o equivalente a tentar construir a sua própria casa, sem ajuda de ninguém.

As várias ferramentas e plataformas para vendas online tem democratizado esse campo de atuação.

Assim, mesmo você tendo uma lojinha pequena com produtos artesanais, pode vender para todo Brasil e até para o mundo utilizando ferramentas eficientes e super em conta.

Até as redes sociais têm implementado funções para que você possa vender online, como o Instagram Shopping. Então a barreira de entrada está bem menor atualmente.

Na questão logística é que fica um pouco mais complicado, quer dizer, ficava, pois a Kangu veio para solucionar essa parte.

Mais do que fazer a conexão entre lojas e transportadoras, nós colocamos o seu produto mais próximo do seu cliente em um tempo muito menor, com custos bem mais atrativos.

Nosso objetivo é democratizar as vendas onlines, então, não importa o tamanho da sua operação, temos uma solução para você. 

👉 Leia nosso artigo sobre como usar a Kangu e descubra como podemos colocar seu produto nas mãos do seu cliente, não importa onde ele esteja.

Conclusão

Com essas estratégias de vendas online que você pode começar a aplicar no seu negócio, será possível aproveitar do digital para alavancar o faturamento da sua loja virtual.

Vale dizer que não é mágica e que esse trabalho pode levar um certo tempo, por isso, aproveitar as ferramentas digitais específicas é o caminho mais rápido e certeiro para ter seu e-commerce.

Quando o assunto é logística, a Kangu tem a solução perfeita. Nossa ferramenta garante envios até 75% mais baratos, entregas ágeis e possibilidade do cliente retirar seu pedido em um dos nossos 2.800 pontos de coleta e retirada.

Além disso, também temos integração com as principais plataformas de vendas online para facilitar a sua vida e ajudar seu cliente a calcular frete automaticamente.

Tudo isso sem contratos, envios mínimos mensais e nem mensalidades! Então, aproveite nossas soluções para impulsionar suas vendas online.

Para entender como a Kangu pode te ajudar a baratear seu frete e gerar mais vendas, clique no banner abaixo e confira nosso e-book gratuito:

Janice Rodrigues

Chief Marketing Officer (CMO) na Kangu

Back To Top