skip to Main Content

Meios de pagamento online: qual o melhor para sua empresa e como escolher?

O e-commerce atingiu o maior patamar de vendas da história no primeiro semestre de 2021  com mais de R$ 53 bilhões em vendas, somente no Brasil. Em comparação com o período anterior, o crescimento foi de 31%!

Esses dados retirados do relatório Webshoppers 44º, da Ebit/Nielsen e do Bexs Banco, provam que os empreendedores digitais têm grandes chances de serem bem-sucedidos.

Contudo, para criar um negócio de sucesso, é necessário cuidar de diversos detalhes da sua loja virtual, como os meios de pagamento online.

Existem várias maneiras do consumidor efetuar o pagamento de um pedido e você precisa conhecer as opções para determinar qual atende melhor suas necessidades e às dos seus clientes. Por isso, acompanhe o artigo e tire suas dúvidas!

 

 

O que são meios de pagamento online? 

Nas lojas físicas, o pagamento das compras é feito pessoalmente, de forma instantânea. Geralmente com dinheiro em espécie ou cartões de crédito e débito. Mas, e nos e-commerces, como receber o dinheiro dos clientes?

Nas transações online, assim como ocorre com as máquinas de cartão dos estabelecimentos físicos, a loja virtual precisa contar com a intermediação de outras empresas.

São essas empresas que possibilitam as operações financeiras ao processar os dados das compras com segurança e, assim, conectar e-commerces, instituições financeiras e consumidores.

Portanto, podemos definir os meios de pagamento online como soluções tecnológicas que permitem a realização de operações financeiras no ambiente digital. 

Basicamente, existem quatro meios disponíveis:

  • adquirentes;
  • subadquirentes;
  • gateways de pagamento;
  • provedores de serviços de pagamento (PSP).

Vamos falar mais sobre cada um deles no decorrer do artigo.

Quais as formas de pagamento online?

Mas, antes de prosseguirmos, é importante explicar também o que são as formas de pagamento. Trata-se dos métodos utilizados pelo cliente para pagar por uma compra. Os principais são:

  • cartão (débito ou crédito);
  • boleto;
  • Pix;
  • depósitos;
  • transferência bancária;
  • carteiras digitais.

Ou seja, meios de pagamento online e formas de pagamento são duas coisas diferentes. Ok?

Quais os meios de pagamento online? 

Como vimos, existem quatro principais meios de pagamento online para e-commerces. É preciso conhecer mais sobre eles para determinar qual o ideal para o seu negócio.

Adquirentes

São os mediadores que processam e liquidam transações de forma interligada às bandeiras de cartão (Visa e Mastercard, por exemplo), como Stone, Rede e Cielo.

Um e-commerce pode ter integração direta com as adquirentes ao se cadastrar na empresa. Contudo, é necessário contratar serviços complementares, como sistema antifraude, para aumentar a segurança no seu site.

O ponto positivo é que, dependendo da sua negociação, é possível que os custos por transação sejam mais baixos.

Subadquirentes

As subadquirentes são popularmente conhecidas como intermediadoras de pagamento. Essas empresas são responsáveis por fazer a conexão entre os lojistas, as adquirentes e os consumidores.

Com isso, não é necessário que o empreendedor entre em contato com as adquirentes e ainda pode usufruir de funcionalidades agregadas, como checkout transparente e sistema antifraude.

Essa opção é bastante utilizada por pequenas empresas, pois funciona de maneira simples: você assina um contrato com o intermediador e consegue oferecer diversas formas de pagamento ao cliente. Já as taxas costumam ser cobradas por transação.

Alguns exemplos de intermediadoras que operam no mercado são MercadoPago, Moip e PagSeguro.

Gateways

Já os gateways são meios de pagamento online que processam transações e conectam lojistas diretamente às operadoras de cartões de crédito, como é o caso da Mundipagg, SafetyPay e PayU.

São soluções mais robustas e é indicado para negócios maiores, pois a cobrança é feita por volume transacionado e há um piso mínimo mensal. 

Dentre as vantagens, podemos destacar as taxas reduzidas, recebimentos mais rápido e maior controle das vendas da loja . Além disso, todos os dados processados pelo são criptografados, o que gera mais segurança para as transações.

Por outro lado, é necessário contratar um sistema integrado de antifraude e há maior burocracia na hora de assinar contratos.

Provedores de Serviços de Pagamento (PSP)

Essa é a opção mais completa do mercado, já que une a praticidade das intermediadoras de pagamento com a robustez dos gateways.

Além de intermediar os pagamentos, o PSP também conta com soluções adicionais, como antifraude com chargeback e métodos de pagamentos diversos (boleto, transferências bancárias e débito direto).

Dentre as vantagens está a facilidade de implementação e a possibilidade do comerciante aceitar uma grande variedade de pagamentos eletrônicos por meio de um único canal.

Um exemplo de PSP é a Pagar.me.

O que observar ao escolher o meio de pagamento online? 

Encontrar um meio de pagamento online pode ser uma tarefa desafiadora, já que existem muitas opções no mercado. 

Antes de tomar uma decisão, é crucial analisar diversos fatores e não apenas considerar custos de taxas. Afinal, nem sempre a proposta mais vantajosa financeiramente é a que oferece a melhor solução para o seu tipo de negócio.

Portanto, leve em consideração as particularidades da sua loja virtual e sempre analise alguns aspectos essenciais, como:

  • segurança e gestão de risco: procure tecnologias que tenham sistema antifraude, chargeback e certificações para garantir a segurança na transação financeira;
  • estabilidade: encontre meios de pagamento que suporte seu volume de vendas, sem falhas para não comprometer a experiência do consumidor;
    • formas de pagamento: veja se oferece os métodos de pagamento mais utilizados pelo seu público-alvo;
  • taxas: verifique se as taxas condizem com a realidade do seu negócio;
    • prazos para liberação do crédito: alinhe as datas de recebimento com as necessidades da sua empresa;
  • checkout: certifique-se de que a página de checkout é intuitiva, fácil de usar e se é responsiva para dispositivos móveis;
  • suporte: dê preferência às empresas que possuem um bom suporte para atender o lojista em casos de problemas técnicos.

Conclusão

Ao ler este artigo, você conheceu os diferentes meios de pagamento online e conferiu algumas dicas importantes para escolher a opção ideal para o seu e-commerce.

Agora, faça um levantamento das necessidades do seu negócio e veja qual empresa oferece as melhores soluções para o seu caso.

Vale ressaltar que alguns dos motivos que resultam em carrinhos abandonados são a falta de segurança e o fato da loja não aceitar o método de pagamento utilizado pelo cliente. Leve esses dados em consideração durante suas análises!

Além disso, se você se preocupa em aumentar as conversões do seu site, também deve prestar atenção nas entregas dos produtos. Frete alto e prazos longos também levam o cliente a desistir da compra.

Para te ajudar a baratear o frete e garantir agilidade na entrega, a Kangu tem um e-book completo e totalmente gratuito. Além disso, a Kangu é uma empresa do Mercado Livre, o que traz ainda mais segurança em nossos serviços! É só clicar na imagem abaixo para baixar o material:

Janice Rodrigues

Chief Marketing Officer (CMO) na Kangu

Back To Top