skip to Main Content

Dropshipping: o que é, como funciona e dicas para 2021

Dropshipping é uma modalidade de vendas para o varejo online que tem feito o maior sucesso entre os proprietários de e-commerce e empreendedores que desejam entrar nesse segmento, já que tem um baixo investimento.  

Se esse termo é novo para você, saiba que esse método já é utilizado por muitas empresas de diferentes partes do varejo online. 

Segundo uma pesquisa realizada pela AmeriCommerce, em 2017, esse formato já era usado por 33% dos lojistas da internet como seu principal método comercial e logístico.

E você, sabe do que se trata essa modalidade de venda? Que tal entender o que é e como funciona e, quem sabe, adotar essa estratégia para impulsionar os seus negócios em 2021? 

Então, continue a leitura! 

 

Precisa de ajuda para definir o preço de um produto? Confira as nossas dicas.

O que é dropshipping?

Com certeza, você deve estar se questionando sobre o que é o Drop Shipping. Se sim, saiba que essa é uma modalidade no qual o vendedor não possui nenhum produto em estoque.

Para você entender, ao receber um pedido, o vendedor apenas encaminha a ordem de compra para o fornecedor, que será responsável pelo preparo do produto e envio da mercadoria para o cliente no nome da empresa. 

Como funciona o dropshipping

Ao adotar esse formato de vendas, o e-commerce funciona basicamente como uma vitrine terceirizada, onde o lojista se responsabiliza apenas pela venda do produto na plataforma.

Nesse sentido, todos os processos de reserva, preparação da encomenda e entrega são feitos pelo fornecedor original do produto. O lucro da venda, normalmente, é a diferença entre o preço cobrado para o consumidor e aquele cobrado pelo parceiro.

Vantagens e desvantagens do dropshipping em comparação a um ecommerce tradicional

As vantagens do dropshipping em relação ao e-commerce tradicional são inúmeras, mas com certeza, uma das principais é o baixo investimento na aquisição de produtos, já que todo estoque é disponibilizado por um fornecedor, sem custo para a loja virtual. 

Somado a isso, com essa modalidade de vendas, o lojista não tem custos associados com as entregas e transportadoras, além de não precisar criar um sistema de logística de entrega. 

Outro ponto que merece ser destacado é correr um risco bem menor de ter um estoque parado com produtos que não tem saída. 

No entanto, esse formato também apresenta algumas desvantagens em relação ao modelo de e-commerce tradicional. 

Por não ter controle da compra do produto, a margem de lucro pode ser reduzida, já que dependerá da precificação de um terceiro. Os prazos de entrega, muitas vezes, também podem ser mais longos,  o que pode gerar insatisfação nos consumidores. 

Para você que quer entender como começar no dropshipping, é importante que você saiba que precisará também ter um atendimento ao cliente ainda mais reforçado, em razão do prazo longo para a entrega, já que você não tem muito esse tipo de controle. 

4 passos de um dropshipping

Para você que quer aprender como trabalhar com dropshipping, dá uma olhadinha nesses 4 passos que preparamos para fazer sucesso com essa modalidade de vendas. Confira!

Importação das listas de produtos dos fornecedores

O primeiro passo para começar a trabalhar com esse método de venda é a celebração do acordo entre o vendedor, ou seja, a loja virtual e o fornecedor, que são os fabricantes dos produtos para dar início à parceria.

Nesta etapa, o vendedor escolhe os tipos de produtos que deseja vender no e-commerce. Após isso, é preciso importar a lista dos itens do seu fornecedor para o sistema do seu comércio eletrônico. 

Compra do produto pelo cliente

Depois da etapa de inserção dos produtos na sua loja dropshipping, você pode dar início ao processo de divulgação do seu negócio online. Utilize as melhores técnicas de marketing digital para atrair os clientes para a sua loja. 

Para que a compra aconteça, certifique-se que todas as etapas de vendas estejam funcionando normalmente para que seu cliente tenha facilidade para finalizar a compra. 

É importante que o consumidor tenha acesso aos mais variados meios de pagamento, como boleto, cartão de crédito e débito, sistemas de pagamento online, pix, entre outros. 

Envio da ordem de compra para o fornecedor

Após a finalização do pedido e a confirmação do pagamento no e-commerce, o vendedor enviará ao fornecedor a ordem de compra para que o pedido possa ser faturado pelo parceiro. 

Entrega do produto pelo fornecedor

Com o produto faturado, o fornecedor já faz a preparação da embalagem e os trâmites para o despacho do mercado ao cliente. 

Após isso, envia o  código de rastreamento e o disponibiliza para que o consumidor possa acompanhar o status da entrega.

Principais riscos do dropshipping

Os principais riscos desse formato de e-commerce esbarra, principalmente, na dificuldade do controle de entrega, já que o envio pode ser um problema dependendo da disponibilidade do item e da localidade. 

Caso não haja uma integração entre a loja virtual e o fornecedor, as informações podem ser inconsistentes e você não saberá se tem ou não aquele item no estoque, comprometendo o processo de venda e atendimento ao clientes.

Outro risco também está relacionado às entregas, isso porque, se a integração não for feita de forma completa, pode comprometer o acompanhamento do processo de envio do produto em tempo real. 

Por isso, antes de decidir por adotar essa estratégia, entenda quais os riscos do dropshipping e as integrações que seu fornecedor oferece com o sistema do seu e-commerce. 

Exemplos de dropshipping de sucesso

Um dos exemplos de sucesso mais conhecidos nesse segmento é a loja do Thalles Felipe, um empresário, que deixou sua carreira de vendas e começou a investir em um negócio próprio, pois queria mais liberdade e retorno financeiro. 

No início, ele montou uma loja física, mas depois migrou para o mundo do e-commerce, adotando a modalidade de dropshipping. Hoje em dia, ele gerencia diversas lojas nesse formato e já faturou mais de R$ 3 milhões com loja online sem estoque. 

A loja dos sócios Aloysius Chay e Galvin Bay também é outro exemplo do sucesso desse negócio a nível internacional. Atuando nesse mercado desde 2016, hoje em dia, o e-commerce fatura mais de 60 mil dólares por dia. 

 

Ao entrar nesse mercado, eles testaram mais de 30 tipos de mercadoria até encontrar aqueles que têm mais saída e lucro. Hoje em dia, a loja vende um amplo mix de produtos de alta demanda no mercado.

Dicas para dropshipping

Se você quer saber qual o melhor dropshipping e como ter sucesso nesse mercado promissor, confira as dicas que separamos para você. Anota tudo aí para começar o seu negócio com o pé direito!

Escolha dos fornecedores

Para garantir que seu e-commerce tenha sucesso ao adotar esse formato, um dos principais cuidados é escolher um fornecedor de confiança e que realmente possa atender a demanda de vendas da sua loja.

Não leve em conta somente o preço praticado pelo fabricante, mas procure aqueles que garantam a qualidade das mercadorias, prazos de entrega mais curtos e não se esqueça de verificar se há um monitoramento de estoque e envio.

Entrega garantida

Certifique-se que o fornecedor escolhido ofereça a garantia de entrega do produto comprado pelo consumidor na sua loja. 

 

Isso porque, você não pode correr o risco de vender um item no seu comércio eletrônico e seu fornecedor não ter o produto em estoque para entregar ou não conseguir enviar por qualquer outro problema.

Acompanhamento do pós-venda

Além de encontrar os melhores fornecedores para dropshipping, o acompanhamento do pós-venda é imprescindível para você garantir uma boa experiência do seu consumidor, para que ele possa voltar a comprar na sua loja.

Se possível, envie e-mails com uma pesquisa sobre a experiência de compra, oferte outros produtos e dê cupom de desconto para estimular novas compras. Esta etapa é importante para conseguir a retenção do cliente

Relacionamento com os clientes

Além do pós-venda, saiba que o relacionamento com o seu cliente é essencial para, além de retê-lo, fidelizá-lo. Por isso, trabalhe para manter sempre uma relação próxima com os seus consumidores para que sua marca não seja esquecida. 

Envie emails promocionais e também de conteúdo com regularidade, faça pesquisas para saber quais os produtos que ele deseja ver na sua loja, envie cupons de desconto e mantenha seu cliente sempre próximo à sua marca.

Controle de estoque

Para aprender como trabalhar com dropshipping, saiba que o controle de estoque é fundamental. Por isso, seu fornecedor precisa oferecer integrações com sistema da sua loja para que você saiba exatamente os produtos disponíveis e que estão em falta.

Lembre-se que você não pode correr o risco de ofertar um produto no seu e-commerce e não ter em estoque, já que isso causa uma insatisfação e decepção do  seu cliente, fazendo com que ele não volte mais para sua loja. 

Quais as melhores ferramentas e plataformas para dropshipping

Hoje em dia, o que não faltam são boas ferramentas e plataformas para quem deseja aprender como começar no dropshipping e fazer sucesso nesse segmento. 

A Shopify é a primeira plataforma para essa modalidade de vendas, que nasceu com a proposta de simplificar o processo de compra dos e-commerces.

Essa plataforma auxilia o lojista a criar e divulgar seu comércio eletrônico, onde é possível colocar a loja no ar bem rápido. Segundo dados da própria plataforma, mais de 135 bilhões de dólares em vendas.

O mais legal é que o Shopify oferece uma variedade de temas e layouts, além de oferecer ajuda de especialistas para personalizar a loja. 

O Oberlo é também uma ferramenta muito usada pelos lojistas que atuam na modalidade  dropshipping, já que esse aplicativo auxilia nas pesquisas por itens por meio de dropshippers terceirizados, que incluem os produtos à sua loja e os enviam aos clientes.

A vantagem de usar essa ferramenta é que é possível escolher os mais variados produtos de diferentes nichos. O Oberlo oferece métricas de desempenho de cada item para escolher os melhores para a sua loja. 

Já o Fraud Filter é um aplicativo criado contra fraude, oferecendo ao lojista mais controle sobre a finalização da compra, permitindo que possa bloquear pedidos considerados suspeitos. 

Outra ferramenta bem legal é o Upsell on Exit & Visit, uma ferramenta que incentiva os visitantes a permanecerem na sua loja, apresentando um pop-up com uma oferta especial. 

 

Com esse recurso do Upsell on Exit & Visit,  você consegue oferecer um cupom de desconto, frete grátis, um brinde ou um preço especial por meio de mensagens personalizadas para despertar o interesse do seu consumidor e evitar que ele saia da sua loja. 

Conclusão

A modalidade de vendas dropshipping é sim uma ótima opção para lojistas que querem entrar nesse mercado, mas não tem muito dinheiro para investir em estoque e nem nos processos logísticos. 

Comece por encontrar fabricantes que ofereçam produtos de qualidade, além de garantir as melhores integrações com o sistema do seu e-commerce. 

Ao adotar essa estratégia, não deixe de acompanhar o pós-venda e assegurar que a experiência do seu cliente em todos os aspectos seja satisfatória. 

Mantenha sempre um relacionamento próximo com o seu cliente para que ele nunca esqueça da sua marca e esteja sempre comprando da sua loja virtual. 

O controle contínuo de estoque também é fundamental. Você não pode correr o risco de oferecer um produto para seu cliente e depois avisá-lo que acabou, causando insatisfação e fazendo com que ele não volte mais para sua loja. 

Além de todos esses cuidados, seu e-commerce precisa garantir que a entrega aconteça de maneira rápida, segura e com os menores custos. 

Na hora de encontrar os melhores parceiros de logística, conheça a Kangu, nossa plataforma de envio de produtos, que reúne uma ampla rede de transportadoras e pontos de entrega e retirada de mercadorias em todo o Brasil.

Por conta dessa rede completa, nossa plataforma garante as melhores opções de frete, os custos mais baixos do mercado, além de envios baratos, rápidos e simplificados.  Acesse o nosso site e descubra as melhores soluções de frete que temos para a sua loja virtual. 

 

Conheça a Kangu e descubra como ela pode tornar seu envio mais barato e seguro.

 

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top